Arquivo da tag: Post antigos sobre tecnologia e publicidade

O QUE É O BLU-RAY DISC?

O CD apareceu no anos 80 para substituir várias mídias. Me lembro que eu era muito novo e fiquei impressionado com as possibilidades que os CDs traziam. Substituiu os disquetes, os zip drives, os vinis, as fitas cassestes, quase tudo. Além de ser uma mídia pequena e prática, o CD tem a capacidade de armazenar até 650 mb de música, softwares e dados em geral.
Nos anos 90 apareceram os DVDs que tem a capacidade de armazenar até 4.7 gb (7 vezes mais que o CD). Os filmes migraram para ele e o armazenamento de volumes robustos de dados também.
Para o novo milênio, com os vídeos de altíssima definição, as tvs de plasma e LCD, surge uma nova demanda: uma mídia capaz de armazenar vídeos com 1080 pixels, FULL HD. E a resposta para essa demanda é o Blu-ray Disc. Uma mídia capaz de armazenar de 25 a 50 gb (até 10 vezes mais que o DVD) e que tem o mesmo formato do CD e DVD. Assistir filmes em casa não será a mesma coisa de hoje. Claro que para poder experimentar a máxima resolução dessa mídia são necessários equipamentos como plasma e LCD, mas o Blu-ray Disc é compatível com equipamentos leitores de CD e DVD.
O BD utiliza um laser azul-violeta para leitura e gravação e por isso o seu nome. A letra “e” da palavra original “blue” foi retirada porque em alguns países não é permitido registrar produtos com nomes comuns.
Os responsáveis por esse padrão é o BDA (Blu-ray Disc Association). Criado pela Sony e Panasonic, o Blu-ray Disc disputou uma guerra de formatos com o HD-DVD mas ganhou a batalha em 2008 com o apoio da MGM, FOX, WARNER BROS e COLUMBIA PICTURES.
E agora? Qual será o novo formato? Será que vamos chegar à uma mídia com capacidade de armazenamento de 1 terabyte? Eu ainda não trabalhei com armazenamento em Blu-ray Disc, mas assim que eu o fizer, compartilharei os resultados com vocês.

fontes:
http://www.blu-raydisc.com/bluray_site.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Disco_Blu-ray

MOBILE MARKETING

O móbile marketing mais do que nunca está “às pampas” e é esse tipo de sistema que por suportar inúmeras formas de serviços, e estes dependendo da empresa que o adotar, com certeza alavancará muito os negócios de uma instituição. Ainda é tido como incerto para muitos empresários mais conservadores, mas para esses um recado: a tecnologia de internet via celular é juntamente com a de internet em computadores tradicionais, a maior oportunidade para a expansão de negócios, tanto para o pequeno quanto para o mega-empresário. São dispositivos da mais nova tecnologia referentes a comunicação que trazem conforto e agilidade tanto para quem consome quanto para quem disponibiliza o serviço. É uma simples questão de entrar de cara nesse segmento que certamente é o futuro para o andamento de qualquer negócio. O mais recente caso ocorreu em nosso vizinho México através de uma parceria de bancos como Citibank e BBVA com operadoras telefônicas do país – Telefônica e a Iusacell. O serviço disponibilizado oferece aos seus usuários a facilidade de pagarem, em breve, contas de restaurantes, corridas de táxis, e outros, graças a disponibilização de contas de bancos dos usuários disponíveis em links via celular. A partir daí basta o cliente acertar tudo enviando uma mensagem de texto.

Palito Premiado da Kibon. 10 mil Ipods nos picolés Fruttare

A publicidade busca inovação para prender a atenção e despertar o desejo de consumo do público. Essa campanha de divulgação feita pela McCann-Erickson e desenvolvida pela Bullet e com o investimento de 12 milhões de reais por parte da Kibon, começou a ser veiculada em janeiro de 2008. A idéia era seguir a tradicional promoção ˜Palito Premiado˜, ˜achou, ganhou˜ durante o verão. Dessa vez vieram com uma ação inovadora e que envolve muita tecnologia para sua realização e navegando pela internet encontrei o comentário do Neto, que fez parte da criação desta campanha que contava, mais ou menos, como funcionou a criação dessa campanha que consiste em colocar 10.000 ipods shuffle em palitos de picolés Fruttare premiados da Kibon. O desafio foi grande para fazer o picolé ficar no formato e peso exatos de um picolé e mais do que isso, ter a certeza de que os Ipods não sofreriam nenhum tipo de dano durante a produção dos 10.000 picolés premiados que eram submetidos a uma temperatura de -30ºC.

O carregador, fone e manual de uso são entregues aos ganhadores em casa junto com um picolé,Fruttare logo depois que os mesmos ligassem para um 0800 informado dentro da embalagem fechada à vácuo. A pedidos da Kibon, dessa vez a promoção, com 20 de anos de tradição, deveria ser surpreendente e arrasadora. Uma campanha dessa não poderia ter resultados diferentes se não o sucesso total nas vendas. A idéia rendeu para a Kibon um aumento de 31% nas vendas de jan/fev/2008 em comparação ao mesmo período do ano passado. Isso mesmo: 31% de aumento nas vendas de quem já detém 58% do mercado.

Crença na publicidade e os novos serviços oferecidos pelas agências.

Navegando por sites e blogs à procura de novos cases, encontrei uma matéria muito interessante falando sobre os novos mecanismos da publicidade. Já há algum tempo as agências vem buscando novas formas de fazer comunicação seja por eventos, promoções, guerrilhas entre outras possiblidades. Pesquisas recentes mostram que as mídias convencionais, apenas, não são suficientes para uma boa comunicação. O Brasil, apesar dos temores de que os consumidores passem a crer cada vez menos na publicidade, é, ao lado das Filipinas, o país com maior confiabilidade na propaganda (pesquisa feita em 47 países pela ACNielsen). Essa porcentagem chega a 35% na Alemanha, 32% na Itália e 28% na Dinamarca. Levando esses dados em conta, as agências de publicidade começam a promover novas formas de comunicação para determinadas ações de uma marca. E a que me chamou muito a atenção foi uma ação de guerrilha feita pela DM9DDB, de Nizan Guanaes, para o Terra durante as Olimpíadas. Afim de alavancar a procura e o número de acessos ao site do Terra, a DM9DDB foi às ruas fazer essa ação de guerrilha que consistia em informar ao público a possiblidade de assitir aos jogos olímpicos pela internet e de graça. No meio do trânsito caótico de São Paulo, ao fechar os semáforos, uma equipe vestida das cores do Terra, montava sobre as faixas de pedestres um banner informativo e colocava atletas praticando várias modalidades desportivas (fotos).


Uma ação muito interessante e que chama muito a atenção de qualquer um. Parabéns pelo trabalho.

Fonte: http://www.mundodomarketing.com.br – matéria de Guilherme Neto

A música migrando para novas mídias

Com o advento da internet, dos mp4 players e dos serviços de download de ringtones e mp3 da telefonia móvel, o acesso aos mais diversos trabalhos fonográficos está facilitado e é algo que preocupa as grande gravadoras. Ao mesmo tempo artistas independentes, carentes de apoio da grande mídia, lutam por um espaço no mercado e precisam divulgar seu trabalho. Esses artistas tem que, necessariamente, divulgar seu material na internet para poderem ganhar reconhecimento do público. Infelizmente, diferentemente do que acontece em outros países, no Brasil não existe a cultura de se pagar por downloads de mp3, o que torna o trabalho ainda mais difícil. Muitos artistas nacionais e internacionais, como o grupo inglês de rock alternativo Radiohead e o pernambucano Nação Zumbi, deixaram suas gravadoras para fazer parte do cenário independente e estão se dando muito bem. Acredito que a vantagem de ser independente é poder ter controle total sobre seu trabalho, fazer dele o que bem entender. E verdade seja dita: os músicos hoje ganham dinheiro com seus shows e no caso dos artistas independentes a visão sobre a arte deve ser empresarial. Não na maneira de criá-la, necessariamente, mas na forma de administrá-la (estratégias de divulgação , distribuição, produção artística) e a gravação passa a ser uma forma de imortalizar e divulgar o seu trabalho e estar em contato com o público. Sites como o Last FM, My Space, Palco Mp3, Pure Volume, Sonic Bids dão condições para que os artistas independentes possam mostrar suas músicas para quem quiser ouví-las.
Uma nova realidade para downloads de mp3 surge no Brasil com o Download remunerado do Trama Virtual (www.downloadremunerado.uol.com.br), uma iniciativa que tem a proposta de remunerar os artistas a cada download feito de suas músicas. Essa remuneração é feita com patrocínio de empresas que investem na contrapartida de terem suas marcas ligadas ao incentivo ao artista independente, à cultura brasileira, além de reforçar seus produtos e serviços. Dentre as apoiadoras estão: Kildare, Real, Sol, Mormaii e Coca-Cola. Resta saber como é feita essa prestação de contas. Quanto é investido? quanto é repassado aos artistas?. Como eu não tenho conhecimento sobre o caso, prefiro não manifestar opiniões.
Um exemplo da música em novas mídias em Brasília é a banda ETNO, da qual nosso colega Tiago Freitas faz parte. No lançamento do primeiro álbum ¨Revolução Silenciosa¨, ETNO disponibilizou aos primeiros 1.000 compradores de ingressos antecipados, senhas para download do disco (incluindo parte gráfica e músicas). Muitas músicas estão disponíveis em www.myspace.com/etno e em breve todas as faixas do disco tambem estarão. Se as grandes detentoras do mercado fonográficos brasileiro não quiserem quebrar, terão de repensar suas estratégias e facilitar o acesso ao material produzido (CDs), num país com tanta pobreza como o Brasil. Não somos a favor da venda pirata; não mesmo, mas somos a favor do download remunerado ou grátis por meio da internet e/ou celulares. Ficam aqui os nossos parabéns às empresas que apoiam a música independente, às rádios web e piratas e aos sites que servem de ferramenta para a divulgação de todo esse material cultural que precisa ganhar espaço.

Nike photo-id

Essa campanha da Nike realizada no semestre passado trata de um tema muito interessante referente ao avanço tecnológico nos serviços de telefonia celular agregado à Internet. Dessa maneira, empresas utilizam da disposição dessas tecnologias para suas publicidades e marketing. No caso da Nike, é possivel tirar uma foto do seu celular (qualquer foto) e em seguida enviar por SMS para o serviço da empresa. Este serviço faz uma leitura da foto recebida e customiza um tênis de um determinado modelo Nike com as cores predominantes da fotografia. Você recebe então, em seu celular, uma imagem do tênis customizado à sua maneira e decide se quer comprá-lo ou usá-lo unicamente como papel de parede. Esses novos serviços que a telefonia móvel oferece tem atraído um número de usuários cada vez maior em todo o globo. As pessoas buscam hoje soluções práticas para a realização de seus desejos e necessidades e uma das formas mais rápidas encontrada para atender a essa demanda veio por meio dos aparelhos celulares que estão cada vez mais equipados com tecnologia de ponta e mais capacitados de realizar todo e qualquer tipo de tarefa virtual: transferência de dados, transações bancárias, conversas em tempo real, vendas e compras de produtos e muito mais.